90FM - FACE 01

BOLETIM SUZANO: Túnel sob a BR-262 para hexatrem e tambores para lavar a polpa da celulose são os destaques

As composições com seis semirreboques chamadas de hexatrens e utilizadas pela Suzano podem carregar até 200 toneladas de toras de eucalipto por viagem

Por Performa Comunicação em 02/08/2023 às 16:17:57

túnel do hexatrem tem 34 metros de extensão e 11 metros de largura

Lavadores de celulose: A Suzano está instalando na nova fábrica em Ribas do Rio Pardo 10 tambores que terão a função de lavar a polpa da celulose extraída do eucalipto, logo depois do estágio de cozimento.

Justificando a grandeza da fábrica, quatro deles são os maiores tambores já produzidos para o setor. Cada um mede 5,5 metros de diâmetro por 11 de comprimento e pesa 146 toneladas. É praticamente o peso de uma locomotiva diesel-elétrica.

Para trazê-los da Finlândia, foram necessários 136 dias de uma complexa logística, incluindo os modais rodoviário e marítimo. No total, foram 58 dias de transporte internacional e 78 dias de transporte nacional.


Túnel do hexatrem

Grande parte da madeira que abastecerá a nova fábrica chegará por meio dos hexatrens, caminhões fora de estrada (off-road) formados por um "cavalo" e seis composições de carga. Para permitir a entrada deles na fábrica, a empresa está construindo um túnel sob a BR-262, a primeira superestrutura da unidade que integra o processo de produção.


O túnel do hexatrem tem 34 metros de extensão e 11 metros de largura, sendo que o vão livre é de seis metros de altura. Cada uma das cinco vigas que suportam o viaduto tem 35 metros de comprimento por dois metros de altura, pesando cerca de 80 toneladas. Instaladas as vigas, agora a obra está na fase de escavação para conclusão do túnel, que deverá ser inaugurado no final de 2023.


Você sabia?

As composições com seis semirreboques chamadas de hexatrens e utilizadas pela Suzano podem carregar até 200 toneladas de toras de eucalipto por viagem entre os módulos de colheita e a fábrica. Isso representa um ganho de produtividade de 127% em relação aos tritrens, reduzindo ainda a emissão de CO2 e beneficiando o meio ambiente.

Em utilização pela Suzano desde 2019, quando foram implantados na unidade de Três Lagoas, eles trafegam somente dentro das fazendas de eucalipto da empresa, diferentemente dos caminhões bitrem ou tritrem, o que contribui para reduzir bastante o tráfego nas rodovias.

Fonte: Performa Comunicação

Comunicar erro
ALERTA GRANDE

Comentários

Anuncie 3