Ribas do Rio Pardo foi o municípios que mais abriu vagas na indústria

O conjunto da atividade industrial foi responsável pela abertura de 233 postos formais de trabalho em Mato Grosso do Sul em junho, resultado de 8.087 contratações e 7.854 demissões, conforme levantamento do Radar Industrial Fiems.

Por O Estado OnLine em 10/08/2023 às 16:19:01

Divulgação

Com 3.052 contrações Ribas do Rio Pardo foi o município que mais abriu vagas em 2023 no setor da industria em Mato Grossop do Sul ficando a frente inclusive de Campo grande que Campo Grande com 1.836), Corumbá 610) e Três Lagoas 587. Os numeros integram o boletim da Federação da Indpústria de Mato grosso do Sul conforme levantamento do Radar Industrial.

De janeiro a junho, foram abertas 9.011 vagas abertas pela indústria, resultante de 52.698 contratações e 43.687 demissões, alcançando uma participação de 36% do total de vagas abertas no estado no período indicado. O conjunto da atividade industrial foi responsável pela abertura de 233 postos formais de trabalho em Mato Grosso do Sul em junho, resultado de 8.087 contratações e 7.854 demissões, conforme levantamento do Radar Industrial Fiems. Já no acumulado

Segundo o economista-chefe da Fiems, Ezequiel Resende, as atividades industriais que mais abriram vagas no mês de junho foram: extração de minério de ferro (+95), fabricação de álcool (+93), abate de bovinos (+87), abate de suínos (+64), nstalações e serviços especializados para construção (+60), fabricação de celulose (+48) e curtimento e outras preparações de couro.

Em relação aos municípios, constata-se que em 54 deles as atividades industriais registraram saldo positivo de contratação no período de janeiro a junho de 2023, proporcionando a abertura de 9.551 vagas. Entre as cidades com saldo positivo de pelo menos 100 vagas, destacam-se: Ribas do Rio Pardo (+3.052), Campo Grande (+1.836), Corumbá (+610), Três Lagoas (+587), Nova Andradina (+406), Paranaíba (+364), Aparecida do Taboado (+330), Rio Brilhante (+196), Costa Rica (+156), São Gabriel do Oeste (+148), Sidrolândia (+148), Naviraí (+128), Batayporã (+120), Fátima do Sul (+119), Água Clara (+115) e Bonito (+110).

Já as atividades industriais que mais abriram vagas no acumulado de janeiro a junho foram: obras de infraestrutura (+3.094), instalações e serviços especializados para construção (+1.371), abate de bovinos (+1.027), fabricação de álcool (+1.008), construção de edifícios (+553), atividades de apoio à extração de minério de ferro (+416), fabricação de celulose (+239), fabricação de açúcar (+234), curtimento e outras preparações de couro (+217), fabricação de brinquedos e jogos recreativos (+165), coleta de resíduos (+101), fabricação de óleos vegetais (+89), usinagem, tornearia e solda (+83) e instalação de máquinas e equipamentos industriais (+81).

"O conjunto das atividades industriais em Mato Grosso do Sul encerrou junho de 2023 com o total de 151.364 trabalhadores empregados. Indicando, até aqui, um aumento de 6,33% em relação ao fechamento do ano anterior, quando o contingente ficou em 142.353 funcionários. Por fim, a atividade industrial responde por 24,3% de todo o emprego com carteira assinada (CLT) existente em Mato Grosso do Sul, ficando atrás do segmento de Serviços que emprega 237.290 trabalhadores com participação equivalente a 38,2%", destacou Ezequiel Resende.

Fonte: O Estado OnLine

Comunicar erro
90FM - FACE 01

Comentários

ALERTA GRANDE
Suzano - Agente do Bem 04 - Mulher Ind