Em Ribas do Rio Pardo, Menina de 11 anos chega em casa tarde e é espancada com mangueira

Mãe confirmou as agressões e foi presa, no entanto, pagou fiança de um salário mínimo

Por Ana Paula Chuva em 31/05/2024 às 18:25:37

Imagem ilustrativa

Mãe de uma menina de 11 anos foi presa na quinta-feira (30), após espancar a criança com um pedaço de mangueira. O caso aconteceu no Bairro Jardim dos Trabalhadores I, em Ribas do Rio Pardo e foi denunciado após a vĂ­tima dar entrada no hospital com lesões graves.

Conforme o boletim de ocorrĂȘncia, equipe da PM (PolĂ­cia Militar) foi acionada para ir no Hospital Municipal na noite de quarta-feira (29), após a menina dar entrada com os ferimentos. O Conselho Tutelar jĂĄ estava no local e contou que havia recebido denĂșncia anônima de que a vĂ­tima estava sendo espancada pela mãe e padrasto.

A conselheira tutelar foi na casa da famĂ­lia e o padrasto, rapaz de 25 anos, confirmou que agrediu a vĂ­tima e que a mãe dela, mulher de 34 anos, também havia batido na criança. Ela então pediu para olhar a menina e viu que ela estava com as marcas pelo corpo, por isso, a encaminhou para o atendimento médico.

Ela passou por exame de corpo de delito e o médico constatou que as lesões eram graves e foram causadas por um objeto linear. A mãe da menina foi questionada e ela confirmou ter batido nela com uma mangueira de jardim porque ela passou do horĂĄrio de chegar em casa e não avisou ninguém.

Ainda conforme o registro policial, a mulher foi presa em flagrante e na delegacia da cidade detalhou que foi avisada pelo filho mais velho, adolescente de 14 anos, de que a menina não havia chegado em por volta das 17h. Ela e o ex-marido foram então procurar por ela em locais que acham que a encontrariam.

No entanto, não acharam a menina e ao retornar para casa, por volta das 19h, a encontraram no local com "roupa de sair" e toda maquiada. Ela então relata que perdeu a cabeça e acabou agredindo a menina com o pedaço de mangueira. O padrasto da menina também afirmou que bateu na vĂ­tima com a mangueira, mas não foi preso.

A menina foi ouvida em escuta especial acompanhada por duas conselheiras tutelares. À policia ela disse que era a primeira vez que era agredida. Na quarta-feira ela saiu da escola e foi para casa de uma amiga, mas não avisou a mãe e o padrasto e quando chegou em casa apanhou com o pedaço de mangueira. Ela foi levada para um abrigo.

O delegado Felipe Braga, após os depoimentos arbitrou fiança de R$ 1.412,00 (um salĂĄrio mĂ­nimo) e determinou que a mãe da criança não deixe a cidade sem comunicar onde poderĂĄ ser encontrada e que comparece aos atos da instrução criminal sempre que for intimada. Ela pagou e foi solta.

Fonte: Campo Grande News

Comunicar erro
90FM - FACE 01

ComentĂĄrios

ALERTA GRANDE
Suzano - Agente do Bem 04 - Mulher Ind