90FM - FACE 01

Suzano adia início das operações em Ribas do Rio Pardo

Comunicado foi enviado ao mercado e aos acionistas nessa terça-feira (25)

Por Lígia Sabka em 26/06/2024 às 18:06:48

Fábrica da Suzano instalada em Ribas do Rio Pardo-MS - Foto: LSSCom/CBN-CG

Em um comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Suzano informou que decidiu adiar o início das operações do 'Projeto Cerrado', implantado no município de Ribas do Rio Pardo-MS, a cem quilômetros da capital Campo Grande.

A nova fábrica de produção de celulose da companhia, projetada para ser a maior em linha única do mundo, seria ativada nos próximos dias, ainda neste mês de junho.

O diretor-executivo de Finanças e de Relações com Investidores da Suzano, Marcelo Feriozzi Bacci, comunicou aos acionistas e ao mercado em geral que a unidade de Ribas do Rio Pardo será ativada ao longo do mês de julho. O motivo do adiamento não foi informado pela companhia.

"O Projeto Cerrado está na sua fase final de comissionamento e a Companhia tem por objetivo em seu planejamento garantir a adequada execução do 'start-up' (início) da nova fábrica e o bom desempenho de sua curva de aprendizado. As demais informações e estimativas divulgadas acerca do Projeto Cerrado mantêm-se válidas e inalteradas. A Companhia reitera dessa forma, por meio da divulgação das informações constantes neste Fato Relevante, seu compromisso com a transparência perante seus acionistas, investidores e o mercado em geral", informa o documento enviado nessa terça-feira (25) à CVM.

Os investimentos da Suzano em Ribas do Rio Pardo somam R$ 22,2 bilhões e a estrutura será uma das mais modernas e sustentáveis da companhia, ocupando uma área de cerca de 21 hectares com área construída de 111 mil metros quadrados.

A nova fábrica terá capacidade de produção de dois milhões e meio de toneladas de celulose de eucalipto, por ano. A unidade pretende operar perto da autossuficiência em madeira entre os anos de 2029 e 2031.

Já nos próximos meses, a área plantada de eucalipto para abastecer a fábrica se aproximará dos 300 mil hectares. E para atender à demanda desse novo maciço florestal, serão plantadas até 35 milhões de mudas de eucalipto por ano.

Sobre a Suzano

A Suzano é a maior produtora mundial de celulose, uma das maiores produtoras de papel da América Latina e referência no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras de origem renovável.

Os produtos da companhia, que fazem parte da vida de mais de 2 bilhões de pessoas e abastecem mais de 100 países, incluem celulose, papéis para imprimir e escrever, canudos e copos de papel, embalagens de papel, absorventes higiênicos e papel higiênico, entre outros.

Com 100 anos de história, a empresa tem ações negociadas nas bolsas do Brasil (SUZB3) e dos Estados Unidos (SUZ).

Fonte: RCN67

Comunicar erro
ALERTA GRANDE

Comentários

Anuncie 3